RMSF | TCR

Autor: Ana Auxiliadora de Matos dos Santos

Título: Desmistificando Aspectos Históricos, Sociais e Biológicos do HIV/AIDS para os Cirurgiões-Dentistas de um Programa de Residência em Saúde da Família.

MATOS-SANTOS, Ana Auxiliadora. DESMISTIFICANDO ASPECTOS HISTÓRICOS, SOCIAIS E BIOLÓGICOS DO HIV/AIDS PARA OS CIRURGIÕES-DENTISTAS DE UM PROGRAMA DE RESIDÊNCIA EM SAÚDE DA FAMÍLIA. 2022. 39 páginas. Trabalho de Conclusão de Residência – Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Família SESAU/FIOCRUZ. Campo Grande/MS, 2022.


INTRODUÇÃO: Aos profissionais da Atenção Primária à Saúde devem ser oportunizadas ações a fim de promover a qualificação, capacitação e reflexão para garantir a melhor assistência ao usuário. São históricas as situações de marginalização e generalização social às pessoas que vivem com HIV. O objetivo do projeto é associar recursos de estratégias em educação permanente para explorar questões sobre a atenção que os profissionais Cirurgiões-dentistas residentes de um programa multiprofissional em Saúde da Família podem promover às pessoas que vivem com HIV, considerando os aspectos sociais, históricos e biológicos. MÉTODO: Projeto de intervenção em que foi utilizado o recurso de promoção da educação permanente em ambiente virtual para os cirurgiões-dentistas, reservado momento para discussão sobre os cenários das unidades de saúde que os profissionais atuam. RESULTADOS: Durante o encontro promovido, os profissionais levantaram discussão sobre as potencialidades e fragilidades do cenário inserido em atenção às pessoas que vivem com HIV e, a partir dessas reflexões foi desenvolvida a cartilha e disponibilizada aos profissionais presentes no encontro. CONSIDERAÇÕES FINAIS: As estratégias de educação permanente em saúde contribuem para a qualificação profissional, resultando na formação de vínculo com os sujeitos e as famílias, desmistificando crenças e aumentando os saberes. A construção deste material possibilita a consulta e referência em discussões relacionadas à temática.


Palavras-chave: Educação Profissional em Saúde Pública. Síndrome da Imunodeficiência Adquirida. Odontologia em Saúde Pública.