RMSF | TCR

Autor: Éder Giovani Brites da Cunha

Título: Primary Care Assessment Tool (PCATool): Avaliação da Atenção Primária após implementação do Laboratório de Inovação da Atenção Primária à Saúde (LIAPS) em uma unidade de saúde da família de Campo Grande / MS.

CUNHA, Éder Giovani Brites da. Primary Care Assessment Tool (PCATool): Avaliação da Atenção Primária após implementação do Laboratório de Inovação da Atenção Primária à Saúde (LIAPS) em uma unidade de saúde da família de Campo Grande / MS. 2022. 88. Trabalho de Conclusão de Residência – Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Família SESAU/FIOCRUZ. Campo Grande/MS, 2022.

A APS é compreendida como estratégia capaz de organizar sistemas de saúde para responder, de forma regionalizada, contínua e sistematizada, à maior parte das necessidades de saúde de um indivíduo, comunidade, ou população. A APS já teve seu potencial para a reformulação do sistema de saúde reconhecido em diversos países. Para tanto é notória a necessidade de monitoramento e avaliação dos serviços ofertados à população. Esta avaliação exige cooperação entre instituições, profissionais, gestores e usuários. Diante do exposto, um dos instrumentos já consolidados nessa função de avaliação da APS, é o Primary Care Assessment Tool (PCATool). Trata-se de estudo quali-quantitativo, de abordagem descritiva e corte transversal. O objetivo geral do estudo foi avaliar o grau de orientação dos serviços do laboratório de inovação da Atenção Primária à Saúde (LIAPS) à APS e comparar os resultados com o desempenho do município de Campo Grande-MS na avaliação do PCATool. Avaliou-se a presença e a extensão dos atributos essenciais e derivados da APS em uma unidade de saúde da família contemplada pelo LIAPS. Aplicou-se o questionário PCATool – Brasil para pacientes adultos versão extensa (o mesmo utilizado na avaliação municipal) na unidade LIAPS. Para facilitar a coleta de dados, o questionário foi transcrito na íntegra para o software KoBoCollect v. 1.25.1. Observou-se melhor desempenho do LIAPS em comparação ao município, uma vez que aquele obteve nota inferior ao do município apenas no item longitudinalidade, ainda assim por uma diferença pequena. Importante destacar que o LIAPS obteve pontuações abaixo do conceito satisfatório em quatro atributos: Acessibilidade, Longitudinalidade, Coordenação – Integração do cuidado e Orientação Comunitária. Espera-se que este trabalho sirva de disparador e incentivador de estudos nos mesmos moldes. Deseja-se que contribua no aprimoramento das práticas desenvolvidas pelas equipes e na tomada de decisão, sendo material útil para controle social, profissionais, gerências de USF’s e da própria secretaria municipal de saúde.

Palavras-chave: PCATool Brasil. LIAPS. Avaliação da APS. Atributos Essenciais. Atributos Derivados.